Especialidades

Ginecologia /Obstetrícia

Responsável pelo cuidado da saúde feminina, o médico ginecologista estuda o funcionamento e distúrbios do sistema reprodutor feminino, cuidando e tratando de órgãos como a vulva, vagina, útero, ovários e mamas. O ginecologista também está apto a instruir e aconselhar mulheres sobre assuntos relacionados a função sexual.

A obstetrícia é a especialidade responsável pelo estudo da reprodução das mulheres. O médico obstetra está apto a realizar o acompanhamento de todos os aspectos do processo de gestação e desenvolvimento do feto, indo desde o planejamento da gravidez até o período pós-parto.

Conheça abaixo algumas doenças tratadas pelos especialistas:

Acompanhamento pré-natal

A partir do momento de confirmação de gravidez, inicia-se os processos de cuidado com o bebê e com a gestante, esse acompanhamento recebe o nome de pré-natal.

O especialista obstetra é responsável por todo o acompanhamento pré-natal da gestante, onde orienta a gestante e a família sobre os cuidados necessários, vacinas, realização de exames e ecografias.

Recomenda-se a realização mínima de 6 consultas pré-natal durante a gravidez, iniciando-se nos três primeiros meses de gestação.

Candidíase

A candidíase é uma doença que afeta 75% das mulheres e ocorre quando a resistência do corpo cai, facilitando a multiplicação do fungo causador (já presente no corpo feminino).

Os sintomas da candidíase são: corrimento esbranquiçado, coceira, escoriações na região vulvar e coloração vermelha na vagina.

O tratamento e a prevenção requerem mudanças habituais como evitar alguns tipos de vestuários, evitar duchas vaginais, não utilizar desodorantes íntimos, utilizar camisinha e não realizar a prática sexual durante o tratamento.

Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP)

Provocada pela alteração nos níveis hormonais, a Síndrome dos Ovários Policísticos leva a formação de cistos nos ovários.

Os sintomas do problema são: Atrasos na menstruação, aumentos de pelos nos seios, rosto e abdômen, obesidade e acne. Se não tratado, o problema pode resultar em uma predisposição para diabetes, doenças cardiovasculares, infertilidade e câncer de endométrio.

O tratamento do problema varia, podendo ser realizado via anticoncepcionais orais, dieta, atividade física ou intervenção cirúrgica.

Caso sinta necessidade de se consultar com um médico ginecologista/obstetra no Rio de Janeiro, agende uma consulta conosco. Estamos prontos para recebê-lo.

Open chat